BLOG

Como agendar uma consulta?

O Instituto Fuchs é referência no atendimento de joelho e quadril em Curitiba.

Para agendar sua consulta entre em contato conosco por meio dos contatos abaixo:

Instituto Fuchs – Av. Sete de Setembro, 6.496 – Seminário
Telefone: (41) 3026-6959
WhatsApp: (41) 99227-0770 ou clique aqui http://bit.ly/WhatsAppInstitutoFuchs

O Dr. Thiago Fuchs – médico ortopedista especialista em cirurgia do joelho e quadril –  também atende no Hospital Marcelino Champagnat – Av. Presidente Affonso Camargo, 1399 – Cristo Rei
Telefone: (41) 3207-3225

Tipos de deformidades ósseas e impacto femoroacetabular

O quadril é uma articulação formada pelo fêmur e o acetábulo, parte do osso da bacia. Em condições normais, a cabeça do fêmur é esférica se encaixa perfeitamente no acetábulo.

As alterações ósseas no fêmur ou no acetábulo podem causar o contato anormal da articulação e levar a um quadro de dor e desconforto conhecido como Síndrome do Impacto Femoroacetabular (IFA).
Existem três tipos de impacto:

1⃣ CAME: Ocorre quando a cabeça do fêmur perde a esfericidade. Nesse caso, é comum que o paciente sinta dores em movimentos de rotação e flexão do quadril, como o que fazemos ao entrar e sair de um carro.
2⃣ PINCER: Ocorre quando o acetábulo é profundo ou retrovertido, cobrindo a cabeça do fêmur mais do que o normal.
3⃣ MISTO: Ocorre quando o paciente apresenta deformidade óssea no formato do fêmur (CAME) e do acetábulo (PINCER) ao mesmo tempo

Com o tempo, o impacto femoroacetabular pode evoluir para desgaste precoce da cartilagem, lesão de labrum e a uma degeneração da articulação, causando artrose.

O Instituto Fuchs é referência no tratamento de Impacto Femoroacetabular! Agende uma consulta conosco 

 Instituto Fuchs – Av. Sete de Setembro, 6496 – Curitiba – Telefone: 41 3026-6959.
 Hospital Marcelino Champagnat – Av. Presidente Affonso Camargo, 1399 – Curitiba – Telefone: (41) 3207-3225
📱 WhatsApp – (41) 99227-0770 ou clique aqui http://bit.ly/WhatsAppInstitutoFuchs

Quando é hora de fazer uma artroplastia de joelho?

A artroplastia é a substituição parcial ou total da articulação do joelho em pacientes com artrose. É uma técnica cirúrgica segura que devolve a qualidade de vida e indicada quando:

1⃣ Dores que limitam atividades como caminhar e subir escadas.
2⃣ Dor mesmo em repouso.
3⃣ Inchaço e inflamação crônica do joelho.
4⃣ Deformidade e arqueamento do joelho.
5⃣ Falha no tratamento conservador com medicamentos anti-inflamatórios, fisioterapia, injeções, etc.

Dr. Rogério Fuchs é cirurgião do joelho com mais de 30 anos de experiência. Agende sua consulta!

 Instituto Fuchs – Av. Sete de Setembro, 6496 – Curitiba – Telefone: 41 3026-6959.
 Hospital Marcelino Champagnat – Av. Presidente Affonso Camargo, 1399 – Curitiba – Telefone: (41) 3207-3225
📱 WhatsApp – (41) 99227-0770 ou clique aquihttp://bit.ly/WhatsAppInstitutoFuchs

Live: Lesões mais comuns no quadril e joelho de atletas

O Instituto Fuchs promoveu nesta semana mais uma transmissão ao vivo e interativa nas redes sociais. O tema desta edição foi “Lesões mais frequentes no Quadril e Joelho em Atletas” e contou com a participação do médico ortopedista especialista em joelho e quadril Dr. Thiago Fuchs e do convidado Dr. Daniel Carvalho.

Confira:

Assista também:

Vídeo: Uso da tecnologia da impressão em 3D para tratamento do quadril

Nesta semana, o Dr. Thiago Fuchs, médico ortopedista especialista em cirurgia do joelho e do quadril, apresenta os benefícios do uso de impressão 3D para o tratamento de patologias do quadril. Essa tecnologia auxilia o cirurgião a compreender as particularidades das deformidades ósseas do paciente.

👉 No exemplo, o cirurgião mostra o caso real de um paciente diagnosticado com a Síndrome do Impacto Femoroacetabular (IFA) antes e depois de uma videoartroscopia que corrigiu o contato ósseo anormal. Sem tratamento, a deformidade poderia levar a uma lesão no labrum, na cartilagem e até evoluir para uma artrose.

Confira:

LIVE: Dr. Thiago Fuchs e Antônio Krieger debatem as causas da dor glútea

O Dr. Thiago Fuchs, médico ortopedista especialista em cirurgia do joelho e quadril, promoveu nesta semana uma transmissão ao vivo sobre dor glútea com participação do médico ortopedista especialista em coluna Dr. Antônio Krieger.

Juntos, os especialistas abordaram diversos temas que são causadores da dor glútea como a Síndrome do Piriforme, hérnias de disco e nervo ciático. Confira:

Assista também:

Viscossuplementação com ácido hialurônico é opção de tratamento para artrose do joelho

Conheça alguns fatores que levam ao desgaste do quadril e joelho

O que você precisa saber sobre a ARTROSCOPIA DO JOELHO em 5 passos

1- Consulta: A primeira etapa é a consulta com um médico cirurgião especialista em joelho. Nessa etapa será realizada a avaliação clínica e dos exames complementares para fazer o diagnóstico do problema (lesão do menisco, da cartilagem, etc). Após o diagnóstico, o tratamento mais indicado para cada caso é proposto ao paciente, e em muitos casos pode ser uma artroscopia do joelho.

2- Pré-operatório:
A rotina pré-operatória inclui: exames de sangue, eletrocardiograma e consulta pré-anestésica. Uma reunião pré-operatória na semana anterior ao procedimento também é realizada para orientações gerais sobre a cirurgia, medicações necessárias e detalhes sobre horários e internação hospitalar.
Neste dia também é feita uma avaliação com um fisioterapeuta para orientações sobre a fase inicial da fisioterapia e cuidados necessários nos primeiros dias após a cirurgia.

3- Internação Hospitalar:
O tempo de internação hospitalar é de geralmente 6 a 8 horas, e o paciente recebe alta no mesmo dia do procedimento. O tempo cirúrgico de uma artroscopia do joelho é de aproximadamente 20 a 30 minutos. A anestesia mais comum é geral (sedação profunda) associada à anestesia local com infiltração de medicações dentro do joelho; mas isto é decidido junto com o anestesista na avaliação pré-anestésica.

4- Pós-Operatório:
Após a alta hospitalar, o paciente deve usar medicações (analgésicos simples e anti-inflamatórios) por 5 a 7 dias e compressas com gelo. O curativo é realizado diariamente em casa. Na maioria dos casos, não é necessário o uso de muletas após a artroscopia do joelho.

5- Reabilitação pós-operatória:
A fisioterapia é iniciada já na primeira semana, geralmente no dia seguinte à cirurgia, e deve ser realizada por 6 a 12 semanas.
Dirigir e as atividades de trabalho sem grande demanda física podem recomeçar 2 dias após o procedimento.
Atividades esportivas e trabalho com maior demanda física geralmente recomeçam entre 45-60 dias após a artroscopia do joelho.

Para agendar sua consulta, entre em contato:

 Instituto Fuchs (Av. Sete de Setembro, 6496 – Curitiba – Telefone: 41 3026-6959)
 Artro Clínica de Ortopedia (Av. Vicente Machado, 2439 – Curitiba – Telefone: 3340-5500).

VÍDEO: Quando a artroscopia do quadril é indicada?

A artroscopia é uma via de acesso para o tratamento de diversas patologias em articulações de forma minimamente invasiva. Com a artroscopia, o cirurgião acessa a articulação por pequenas incisões na pele. Entre as vantagens, a artroscopia permite uma recuperação mais rápida, com menor risco de sangramentos e infecções.

No vídeo desta semana, o Dr. Thiago Fuchs explica quais são as indicações para artroscopia do quadril. Confira:

Endereço

Av. Sete de Setembro nº 6.496 Seminário - Curitiba/ Paraná
(41) 3026-6959
contatos@institutofuchs.com.br

Siga-nos em nossas Redes

Horários de Atendimento

De Segunda à Quinta-feira dás 9:00h - 19:00h
Sexta dás 8:00h ás 17:00h