CUIDADOS COM O JOELHO NO FUTEBOL

futebol siteVilões do futebol

O movimento de rotação do corpo sobre os membros inferiores é o principal mecanismo responsável pelo ENTORSE das articulações.
As entorses do tornozelo são as lesões mais comuns do futebol, pois esta articulação é mais vulnerável aos traumas e às irregularidades do campo. Entretanto, o JOELHO é o mais afetado em termos de “gravidade de lesão”.

O rompimento total ou parcial do ligamento cruzado anterior, do ligamento colateral medial e a lesão do menisco são os principais vilões do atleta amador ou profissional. Dependendo da intensidade do trauma ou entorse, estes ligamentos podem se romper, necessitando de reconstrução cirúrgica em muitos casos.

Além das lesões nos joelhos, os atletas podem sofrer com contusões, que ocorrem principalmente com o contato entre jogadores durante treinos e partidas. As distensões ou rupturas musculares também são muito comuns, tanto no início (por falta de aquecimento) quanto no final das partidas (por fadiga muscular).

PREVENÇÃO É A MELHOR FORMA DE EVITAR LESÕES

Quando é preciso esticar um pouco mais a perna para receber aquele passe ou quando o movimento de rotação é feito de forma inesperada e brusca, os joelhos podem “reclamar”. Para não ser mais um atleta lesionado, antes de um jogo ou treino, faça um aquecimento adequado, use equipamentos de proteção, além de tênis ou chuteira adequada para cada terreno (campo de grama, sintético ou quadra). Além disso, outros cuidados como um bom condicionamento físico, alimentação adequada e um bom reforço muscular também podem diminuir os riscos de uma lesão, tanto para o atleta amador quanto para o profissional.