Ortopedistas alertam sobre lesões no joelho causadas por amplitude exagerada na musculação

O público de academias que busca saúde, bem-estar e ganho de massa muscular por meio da musculação tem crescido nos últimos anos. Sem orientação especializada, os riscos do desenvolvimento de lesões é grande, principalmente na articulação do joelho.

Segundo o médico ortopedista especialista em joelho, Rogério Fuchs, a prática incorreta de exercícios de musculação como agachamentos, extensor, leg press, entre outros, pode sobrecarregar a articulação dos joelhos precocemente.

“A primeira coisa para evitar uma lesão é fazer exercício da maneira correta. Isso envolve alimentação adequada, tempo de repouso, orientação com relação a técnica do exercício e respeitar os limites do corpo”, frisa Rogério.

Habitualmente, o joelho suporta carga de duas a três vezes o peso do próprio corpo. Quando a amplitude do movimento passa dos 90°, a carga é multiplicada por cinco a sete vezes.

“A gente sabe que atividade com extrema carga com o joelho dobrado mais que 90° machuca o joelho. Imagine um agachamento com carga de 100 quilos, quando você passa dos 90° são 500 a 700 quilos a cada movimento”, explica o médico ortopedista especialista em joelho e quadril, Thiago Fuchs.

Instituto Fuchs “Live”

O Instituto Fuchs atua no tratamento do joelho e do quadril e promove mensalmente discussões sobre temas relacionados ao assunto, por meio de transmissão ao vivo pelo Facebook. Durante a “live”, os ortopedistas respondem dúvidas e questionamentos do público com o objetivo de compartilhar conhecimento científico de qualidade com a população.