Pacientes tiram dúvidas com ortopedistas em transmissão online

Os médicos ortopedistas especialistas em joelho e quadril do Instituto Fuchs, Rogério Fuchs e Thiago Fuchs, promoveram um novo bate-papo com internautas, pelo Facebook, para discutir assuntos relacionados ao tratamento e causas de dores na articulação do joelho na noite desta terça-feira (24).

Durante uma hora, os especialistas responderam diversas perguntas do público. Entre os principais tópicos estão as lesões causadas pela prática da atividades físicas, cirurgias e próteses no joelho.

Como atleta de musculação pode evitar lesão no joelho?

Segundo Thiago, a prática incorreta de exercícios de musculação como agachamentos, afundos, leg press, entre outros, podem sobrecarregar a articulação dos joelhos precocemente.

“A primeira coisa para evitar uma lesão é fazer exercício da maneira correta. Isso envolve alimentação adequada, tempo de repouso, orientação com relação a técnica do exercício, respeitar os limites do corpo”, frisa Thiago.

Habitualmente, o joelho suporta carga de duas vezes o peso do próprio corpo. Quando a amplitude do movimento passa dos 90º, a carga é multiplicada de cinco a sete vezes.

“A gente sabe que atividade com extrema carga com o joelho dobrado mais do que 90º machuca o joelho. Imagine um agachamento com carga de 100 quilos, quando você passa dos 90º são 500 a 700 quilos a cada movimento”, explica o especialista.

Próteses no joelho é recomendada para pacientes acima de 80 anos?

Segundo os especialistas, a idade não é fator que possa impedir a prótese no joelho. Os pacientes precisam ser avaliados por outros fatores que envolvem o estado clínico. Quando o paciente não possui outras comorbidades, como diabetes, colesterol elevado, histórico de infarto, a artroplastia pode ser indicada e vai promover melhoras na qualidade de vida do idoso.

“Se existir artrose no joelho, deformidades, sofrimento e suas condições clínicas permitirem, a cirurgia pode ser feita sem problema nenhum. Temos paciente que colocou a prótese aos 92 anos de idade e com 96 está feliz da vida”, explica Rogério. “Se for para ter 80, 90, 100 anos, a pessoa precisa de qualidade de vida. Tem que poder caminhar e fazer as coisas do dia a dia”, complementa Thiago.

Instituto Fuchs Live

O Instituto Fuchs é especialista em cirurgia de joelho e do quadril e promove mensalmente discussões sobre temas relacionados ao assunto por meio de transmissão ao vivo pelo Facebook. Durante a live, os ortopedistas respondem dúvidas e questionamentos do público com o objetivo de compartilhar conhecimento científico de qualidade com a população.

Você pode assistir a transmissão aqui: