Quadril degenerativo

quadril-degenerativo

  • q-artrose1

    A coxartrose (artrose do quadril) é uma doença degenerativa que ocorre quando há lesão da cartilagem articular na cabeça do fêmur e no acetábulo, com exposição do osso abaixo da cartilagem. Os principais fatores de risco para artrose do quadril são histórico familiar, obesidade, doenças do quadril na infância, impacto femoroacetabular, trauma, lesões de cartilagem.

    Os principais sintomas da coxartrose são dor e perda de movimento do quadril, além de dificuldade nas atividades diárias. O tratamento inicial é conservador, com medicação para dor, trabalho muscular da pelve, abdome, lombar e quadril. Alguns pacientes podem ser beneficiados pelo uso de medicações protetoras da cartilagem, os condroprotetores, que aumentam a nutrição da cartilagem existente e diminuem a velocidade de progressão da doença.

    Na coxartrose leve e moderada, secundária à algumas doenças, como o impacto femoroacetabular - IFA, as cirurgias preservadoras podem ser uma opção. Os objetivos deste tipo de cirurgia são corrigir o fator de risco e a biomecânica do quadril, e reparar as possíveis lesões decorrentes, na tentativa de melhorar os sintomas, a qualidade de vida e prolongar a necessidade de uma artroplastia total do quadril. As cirurgias preservadoras mais realizadas atualmente são a artroscopia do quadril e as osteotomias femorais e acetabulares.

    Na coxartrose avançada, sem controle com tratamento conservador e limitação nas atividades diárias, o tratamento geralmente é a artroplastia total do quadril.

  • q-osteonecrose1

    A osteonecrose do quadril é uma doença onde ocorre um infarto (morte celular) na cabeça femoral por falta de circulação sanguínea. Com a morte e absorção das células ósseas, o osso subcondral perde a capacidade de sustentar a cartilagem e sobre colapso, gerando uma deformidade na cabeça femoral.

    Os sintomas mais comuns são dor e perda de movimento no quadril. Os pacientes mais acometidos são adultos jovens, de 30 a 50 anos. Os principais fatores de risco são o uso crônico de corticoide e o alcoolismo.

    O tratamento inicial é analgesia e restrição parcial de carga, associado ao tratamento ou controle do fator de risco. Em alguns casos de dor intensa, sem deformidade na cabeça femoral pode ser realizada a descompressão percutânea na área de necrose. Nos casos avançados, com deformidade da cabeça e artrose, o tratamento é a artroplastia total do quadril.

    q-osteonecrose2

  • q-artroplastia-total1       ATQ-parte1  ATQ-parte2

    A artroplastia total do quadril é um procedimento cirúrgico utilizado no tratamento da artrose do quadril avançada, osteonecrose e algumas fraturas do quadril.

    A cirurgia consiste na substituição da articulação do quadril por componentes metálicos, de polietileno e de cerâmica, com o objetivo de reestabelecer uma articulação com bom movimento e melhora da dor, e com isso, melhorar a qualidade de vida do paciente.

    q-artroplastia-total2

    A artroplastia total do quadril é uma cirurgia que depende da educação do paciente e familiares sobre o procedimento, técnica cirúrgica adequada, qualidade da prótese, reabilitação pós-operatória e condição de saúde do paciente. A durabilidade de uma artroplastia total do quadril com adequada técnica cirúrgica , implantes de qualidade e cumprimento das orientações médicas, é acima de 95% em 15 anos e possivelmente maior de 80% em 20 anos.

    Os principais problemas de uma artroplastia total do quadril, na fase inicial, são a infecção e o tromboembolismo. Os antibióticos e anticoagulantes são utilizados na prevenção destas complicações. A longo prazo, os problemas mais frequentes são o desgaste e soltura dos implantes. A luxação (deslocamento) da artroplastia pode ocorrer se as orientações médicas não forem seguidas ou decorrentes de algum trauma. É muito importante realizar acompanhamento médico anual após a cirurgia independente dos sintomas, com objetivo de reconhecer alterações precocemente e evitar complicações futuras.

  • acido-hialuronico

    O Ácido Hialurônico é um componente da cartilagem e do líquido sinovial, que funciona como um “lubrificante” da articulação, pois aumenta a viscosidade do líquido sinovial, o que aumenta a lubrificação e a absorção de impacto, além de melhorar a nutrição da cartilagem.

    A viscossuplementação pode ser utilizada em pacientes com lesão de cartilagem ou artrose leve/moderada , como uma forma de tratamento para preservação da articulação.

    O objetivo deste tratamento é o alívio dos sintomas, e a tentativa de aumentar a sobrevida da articulação, buscando diminuir a velocidade de progressão do desgaste. O ácido hialurônico também pode ser usado como tratamento biológico complementar à artroscopia do quadril nas lesões de cartilagem, ou como medida paliativa na tentativa de adiar uma prótese total do quadril nos pacientes mais jovens.

    infiltracao-quadril

    A aplicação é realizada através de uma infiltração do quadril guiada por intensificador de imagens (RX dinâmico com pouca radiação) ou por ultrassom. O procedimento geralmente é realizado em ambiente clínico-hospitalar, com anestesia local e sedação. É um procedimento simples, e o paciente pode retornar às atividades diárias no dia seguinte, devendo aguardar dois dias para prática de atividades mais intensas e esportivas.

Endereço

Av. Sete de Setembro nº 6.496 Seminário - Curitiba/ Paraná
(41) 3026-6959
contatos@institutofuchs.com.br

Siga-nos em nossas Redes

Horários de Atendimento

De Segunda à Quinta-feira dás 9:00h - 19:00h
Sexta dás 8:00h ás 17:00h