instituto fuchs live

VÍDEO: Tenho impacto bilateral. Se eu não fizer cirurgia terei artrose? Thiago Fuchs responde!

Estudos mostram que pacientes com impacto femoracetabular sintomático (com dor), em 15 anos, possuem 70% de chance de precisar de uma prótese do quadril. Dr. Thiago Fuchs explica! Confira:

 

Instituto Fuchs Live

O Instituto Fuchs promove discussões sobre temas relacionados ao quadril e joelho com objetivo de compartilhar conhecimento científico de qualidade com a população mensalmente pela página oficial no Facebook.

Live: Opções e técnicas de tratamento não cirúrgico do joelho

O médico ortopedista especialista em joelho e quadril do Instituto Fuchs, Thiago Fuchs, e a fisioterapeuta Rubia Benatti se reuniram na noite desta terça-feira (4) para responder dúvidas de internautas sobre métodos não cirúrgicos para tratamento do joelho.

O encontro é uma iniciativa do Instituto Fuchs que reúne mensalmente ortopedistas e convidados para levar conhecimento científico de qualidade para a população em transmissão ao vivo e interativa pelo Facebook.

Durante o bate-papo, os especialistas falaram sobre temas como prevenção de problemas articulares, fortalecimento da musculatura e tratamentos.

Confira na íntegra:

Artrose tem cura? Thiago Fuchs responde essa e outras perguntas ao vivo no Facebook

O Instituto Fuchs promoveu uma discussão ao vivo pelo Facebook na noite desta terça-feira (14). Nesta oportunidade, o Dr. Thiago Fuchs, médico ortopedista especialista do joelho e quadril, tirou dúvidas e respondeu os internautas sobre o tema “Dor no Quadril do Jovem”.

Entre as questões enviadas, Thiago Fuchs respondeu dúvidas sobre sobre estalos, artrose, próteses e infiltração de ácido hialurônico no tratamento de lesões no quadril.

Artrose tem cura?

A artrose é uma doença que não tem cura. O problema é caracterizado pelo desgaste da cartilagem dos dois lados da articulação. Existem tratamentos paliativos, mas o fim do problema está relacionado com uma artroplastia da articulação afetada pela doença.

“A artrose ainda é uma doença irreversível. O mundo busca o estudo sobre a artrose e quais as soluções para esse problema articular. Artrose não tem cura. A cirurgia substitui a artrose por uma prótese. Existem tratamentos da artrose sem cirurgia… os tratamentos biomecânicos, posturais, analgésicos e terapias biológicas que buscam a melhora da condição da articulação para ganhar mais tempo e durabilidade”, afirma Thiago Fuchs.

“Até o momento, nós temos tratamentos preservadores e paliativos. A cura é uma cirurgia de substituição, uma artroplastia da articulação, no caso do quadril, uma prótese total do quadril”, explica o especialista.

Ácido hialurônico ajuda no tratamento de artroses avançadas?

De acordo com o especialista, a infiltração de ácido hialurônico na articulação só apresenta bons resultados em lesões de cartilagem e artroses iniciais ou quando o paciente apresenta uma artrose moderada e precisa de um tratamento paliativo pensando em adiar a prótese de quadril.

“O ácido hialurônico é um componente que lubrifica a articulação. A infiltração busca lubrificação articular, melhora da nutrição da cartilagem articular e o estímulo para produção de mais ácido hialurônico. Para pacientes com artrose avançada, com deformidade óssea muito grande, a ação do ácido hialurônico é reduzida e a gente não indica esse tratamento. Nesses casos, a gente vai buscar uma artroplastia”, explica Thiago.

Dor na virilha após musculação pode ser articulação?

Segundo Thiago, a dor na virilha pode ter inúmeras causas, entre elas problemas abdominais, ginecológicos, mas a dor no quadril relacionada à atividade física em exercícios com flexões maiores do que 90º e com rotação é um sinal de alerta.

“Procure um especialista em quadril. O paciente jovem que tem dor precisa descobrir o que tem e tentar tratar para evitar problemas degenerativos no futuro”, afirma.

Qual a amplitude de movimento após a prótese?

O implante permite um movimento muito próximo de um quadril normal, garante Fuchs. Porém, o paciente deverá tomar algumas precauções nos primeiros meses após a operação.

“O que a gente orienta sempre é que os pacientes tenham cuidado, principalmente nos primeiros três meses, com os movimentos de flexão do quadril acima de 90º e na adução – quando cruza e joga a perna para dentro, com flexão exagerada. É nesse momento em que há o principal período de cicatrização das partes moles, da cápsula articular, da musculatura e da reabilitação. Depois desses três meses, você pode ter um quadril muito próximo do normal, mas que depende de muitos fatores do paciente, da cirurgia e das articulações acima e abaixo”.

Instituto Fuchs Live

O Instituto Fuchs promove discussões sobre temas relacionados ao quadril e joelho com objetivo de compartilhar conhecimento científico de qualidade com a população.

Você pode rever a última transmissão abaixo:

Endereço

Av. Sete de Setembro nº 6.496 Seminário - Curitiba/ Paraná
(41) 3026-6959
contatos@institutofuchs.com.br

Siga-nos em nossas Redes

Horários de Atendimento

De Segunda à Quinta-feira dás 9:00h - 19:00h
Sexta dás 8:00h ás 17:00h