Casos de lesão no joelho de jogadores da Seleção

Jogadores de futebol têm dificuldade de driblar as lesões no joelho e não é incomum encontrar atletas de alto rendimento que fizeram alguma cirurgia. As mais frequentes são a lesão do cruzado anterior, do menisco, desgastes na cartilagem ou associação dessas lesões. A causa das lesões está relacionada aos movimentos do joelho (especialmente a rotação), com a intensidade e volume dos treinos e jogos, além de especificidades do esporte como disputas pela bola e comportamentos antidesportivos do adversário.

Gabriel Jesus
O atacante do Manchester City e atleta da Seleção Brasileira Gabriel Jesus lesionou o ligamento colateral medial do joelho esquerdo no final do ano passado. A cirurgia foi descartada, a recuperação aconteceu em três meses e ele está participando do Copa da Mundo.

Daniel Alves
O lateral-direito Daniel Alves ficou fora da lista de convocados para a Copa do Mundo da Rússia por conta de uma lesão no joelho direito. O atleta do Paris Saint-Germain foi diagnosticado com uma lesão do ligamento cruzado anterior do joelho, em maio, e passou por uma cirurgia de reconstrução do ligamento. De acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o prazo de recuperação e retorno às atividades é de seis meses.

Atletas aposentados

Denilson – Ex-jogador e comentarista de futebol – Segundo o atleta, ele foi submetido a quatro cirurgias, começando pelo menisco e depois três raspagens de cartilagem. O joelho direito foi o principal responsável pela aposentadoria aos 30 anos.

Ronaldo – Em 2000, o atacante Ronaldo teve uma ruptura do tendão patelar. Após a primeira cirurgia, sofreu nova ruptura e foi submetido novamente a reconstrução do tendão patelar. Após recuperação completa ele voltou a jogar e foi campeão da Copa do Mundo de 2002.

O Instituto Fuchs atua no tratamento de problemas do quadril e do joelho. Entre em contato pelo telefone (41) 3026-6959 e marque uma consulta!