Joelho degenerativo

joelho-degenerativo A melhora na qualidade de vida, os avanços da medicina e a pratica de  atividades esportivas estão fazendo que a vida média da população aumente  progressivamente. Quanto mais atividade física fizermos e mais tempo  vivermos, maiores serão os riscos de desenvolver problemas nas  articulações dos membros inferiores, onde o joelho é a mais afetada. O  joelho do idoso, pode apresentar alterações degenerativas da cartilagem, e  causar sintomas de dor, inchaço, dificuldade nas atividades diárias e  esportivas.
As alterações degenerativas são decorrentes do desgaste da cartilagem, sequelas de traumas, doenças inflamatórias,                                                       osteonecrose, instabilidade e meniscectomia prévia.

  • Joelho Degenerativo

    A artrose ou osteoartrose é a doença mais comum do joelho no idoso e altera a qualidade vida diária progressivamente. O diagnóstico é realizado pela história de dor, inchaço e perda de movimento, e confirmado com radiografias. Em casos especiais, também é feita a ressonância magnética.

    O tratamento nos graus mais leves é baseado em mudanças das atividades diárias, perda de peso, medicações analgésicas e anti-inflamatórias, medicações condroprotetoras da cartilagem e reabilitação muscular. Em alguns casos é indicada a infiltração de ácido hialurônico (viscossuplementação) no joelho.

    Nos graus mais avançados e quando o tratamento conservador não funciona, o tratamento cirúrgico pode ser necessário. O tipo de cirurgia depende do grau de artrose, idade do paciente e nível de atividade. As opções de cirurgia são artroscopia, osteotomia para corrigir o eixo do membro ou artroplastia do joelho.

  • osteotomia

    A osteotomia do joelho é uma cirurgia para realizar a correção do eixo do joelho nos casos de deformidades, lesões de cartilagem e artrose. É realizado um corte ósseo, para correção do alinhamento do membro, que é fixado com placas e parafusos. Normalmente realizamos uma artroscopia juntamente com a osteotomia para avaliação e tratamento da lesões intra-articulares.

    A osteotomia do joelho geralmente é indicada em pacientes com menos de 60 anos, com alta demanda funcional. Dependendo do tipo de deformidade, a osteotomia pode ser feita no fêmur nos casos de valgo e na tíbia nos casos de varo do joelho.

  • osteonecrose

    A osteonecrose do joelho acomete com maior frequência as mulheres acima de 50-60 anos. A queixa principal é de dor que surge de modo agudo, seguindo com inchaço do joelho, dificuldade para apoiar o membro acometido e andar até em menores distâncias. O diagnóstico é confirmado com o auxílio de radiografias e ressonância magnética.

    O tratamento na fase aguda baseia-se na retirada da carga do membro acometido, medicações analgésicas e reabilitação. Caso não haja resposta ao tratamento na fase aguda ou o paciente se apresente em fase mais tardia, pode ocorrer alterações degenerativas da articulação. Nestes casos, o tratamento pode ser cirúrgico, com osteotomia ou artroplastia do joelho.

  • Células Joelho

    O Ácido Hialurônico é um componente da cartilagem e do líquido sinovial, que funciona como um “lubrificante” da articulação, pois aumenta a viscosidade do líquido sinovial, o que aumenta a lubrificação e a absorção de impacto, além de melhorar a nutrição da cartilagem. A viscossuplementação é muito utilizada em pacientes com lesão de cartilagem ou artrose leve/moderada, como uma forma de tratamento para preservação da articulação.

    A artrose do joelho (osteoartrose – osteoartrite) é uma doença degenerativa e inflamatória muito frequente em pacientes idosos, mas também pode ocorrer nos mais jovens. Esta patologia causa dor e limitação funcional do joelho, com consequente diminuição da qualidade de vida.

    acido-hialuronico-joelho

    O objetivo deste tratamento é o alívio dos sintomas e a tentativa de aumentar a sobrevida da articulação, buscando diminuir a velocidade de progressão do desgaste. O ácido hialurônico também pode ser usado como tratamento biológico complementar à artroscopia do joelho nas lesões de cartilagem, ou como medida paliativa na tentativa de adiar uma artroplastia total do joelho nos pacientes jovens.

    infiltracao-joelho

    A aplicação é feita por um infiltração na articulação, em uma sala de procedimentos no consultório, com anestesia local. O procedimento geralmente é realizado numa única aplicação, mas pode ser feito através de três aplicações seriadas, com intervalo de uma semana. A durabilidade e eficácia do ácido hialurônico dentro do joelho varia de 6 meses a 1 ano, e a aplicação pode ser repetida após este período, dependendo dos sintomas e evolução da lesão. É um procedimento simples, e o paciente pode retornar às atividades diárias no dia seguinte, devendo aguardar dois dias para prática de atividades mais intensas e esportivas.

    Atualmente existem na literatura científica inúmeros estudos demostrando a eficácia da viscossuplementação na melhora da dor e da função do joelho.

    Artigos de referência:

    - Successful nonoperative management of chronic osteoarthritis pain of the knee: safety and efficacy of retreatment with intra-articular hyaluronans. OsteoArthritis and Cartilage (2005) 13, 751-761;

    - Is Local Viscosupplementation Injection Clinically Superior to Other Therapies in the Treatment of Osteoarthritis of the Knee: A Systematic Review of Overlapping Meta-analyses.

    - Arthroscopy: The Journal of Arthroscopic and Related Surgery, Vol 31, No 10 (October), 2015: pp 2036-2045

    - Intra-articular Hyaluronic Acid in Treating Knee Osteoarthritis: a PRISMA-Compliant Systematic Review of Overlapping Metaanalysis. Scientific Reports | 6:32790 | DOI: 10.1038/srep32790

  • joelho-artroplastia

    A artroplastia do joelho é uma cirurgia que substitui da superfície articular por uma prótese metálica e de polietileno. Esta cirurgia é geralmente indicada em pacientes acima de 60 anos, nos casos mais avançados de artrose do joelho, com dor e limitação nas atividades da vida diária.
    Existe basicamente dois tipo de artroplastia do joelho, a total e a unicompartimental. Na artroplastia total do joelho, toda a superfície articular femorotibial é trocada. Na artropalstia unicompartimental do joelho, apenas o lado afetado da articulaçao é substituído.

    artroplastia2

     

              artroplastia3
    A taxa de bom resultado é de aproximadamente 90-95% dos casos. A durabilidade média de uma artroplastia total do joelho é de 15 a 20 anos. As principais complicações são a infecção e o tromboembolismo a curto prazo, que são preveníveis com medicações, e o desgaste e soltura da prótese a longo prazo.

    Radiografias de Artroplastia total e unicompartimental do joelho


    Radiografias de Artroplastia Total e Unicompartimental do joelho.

  • joelho-degenerativo

    A artrose do joelho (osteoartrose – osteoartrite) é uma doença degenerativa e inflamatória muito frequente em pacientes idosos, mas também pode ocorrer nos mais jovens. Esta patologia causa dor e limitação funcional do joelho, com consequente diminuição da qualidade de vida.

    O tratamento da artrose do joelho busca diminuir a dor, melhorar a mobilidade e função do joelho. Nos quadros iniciais e moderados de artrose são indicadas terapias não medicamentosas como: educação do paciente, fisioterapia, hidroterapia, perda de peso, exercícios assistidos por um profissional, e também medicações para alívio dos sintomas e melhora da função. Estas medicações podem ser de uso oral ou injetável.

    Musculos coxa

    O trabalho muscular deve buscar a melhora da biomecânica dos membros inferiores, com trabalho de alongamento e fortalecimento muscular, pincipalmente da musculatura da coxa e quadril.

    Condroprotetor

    Os medicamentos orais incluem os analgésicos , os anti-inflamatórios não hormonais e os condroprotetores ( Glicosamina, Condroitina , derivados do Colágeno) de uso diário e contínuo.

    As medicações injetáveis podem ser intramusculares como anti-inflamatórios não hormonais e os hormonais (corticoesteróides), ou podem ser intra-articulares como a viscossuplementação com o ácido hialurônico.

    Nos casos mais graves de artrose do joelho, e naqueles que não respondem ao tratamento conservador, a artroplastia do joelho pode ser o tratamento indicado.

Endereço

Av. Sete de Setembro nº 6.496 Seminário - Curitiba/ Paraná
(41) 3026-6959
contatos@institutofuchs.com.br

Siga-nos em nossas Redes

Horários de Atendimento

De Segunda à Quinta-feira dás 9:00h - 19:00h
Sexta dás 8:00h ás 17:00h